Juliana Fischer

“É que sou o tipo de gente que todo mundo pensa que conhece. Mas se enganam feio. Pouquíssima gente me desvenda. Mostro só o que quero.”
Clarissa Corrêa  (via lettres-a-paris)

(Fonte: goledeveneno, via love-without-wings)

“A verdade é que o destino ninguém sabe ao certo. Vivemos à sombra de expectativas e possibilidades. Por isso escuto tanto o que o silêncio tem a me dizer.”
Elisa Bartlett  (via oxigenio-dapalavra)

(via love-without-wings)

“Eu não quero ser a paixonite de ninguém. Se alguém gosta de mim, eu quero que goste de mim de verdade, e não pelo que pensam que eu sou. E não quero que carreguem isso preso por dentro. Quero que mostrem para mim, para que eu possa sentir também.”
As vantagens de ser invisível. (via redificando)

(Fonte: oespelhodenarciso, via love-without-wings)

“Nenhuma mulher deve esquecer que ela não precisa de ninguém que não precise dela.”
Marilyn Monroe (via re-amar-te)

(Fonte: nevoeirar, via love-without-wings)

“Não puxo saco de ninguém, detesto que puxem meu saco também. Não faço amizades por conveniência, não sei rir se não estou achando graça. Odeio dois beijinhos, aperto de mão, tumulto, calor, gente burra e quem não sabe mentir direito.”
Caio Fernando Abreu.  (via auroriar)

(Fonte: antigapoetisa, via love-without-wings)

“Não julgue as pessoas pelo o que ouviu falar delas.
Cidade Dos Anjos.   (via auroriar)

(Fonte: involuntus, via love-without-wings)

“Você sabe. Acho que sempre soube. Eu tinha medo de gostar de alguém, de me envolver, de me mostrar sem disfarces. Amar dá um medo danado. De perder a liberdade, a identidade, de se machucar, de não saber mais voltar.”
Clarissa Corrêa.  (via auroriar)

(Fonte: hermosa-em-fuga, via love-without-wings)

“Eu amo as estrelas. Aliás, eu tenho essa mania de amar tudo que está longe de mim.”
Desconhecido. (via nao-pera)

(via nao-pera)

“É claro que ninguém nunca vai ser como a gente espera. É claro que precisamos fechar um olho, fingir que não ouvimos determinadas coisas, deixar passar batido outras tantas. Se formos levar tudo ao pé da letra fica muito difícil manter uma amizade. Mas não dá para pisar em ovos o tempo inteiro, não dá pra encenar um papel a todo instante. Precisamos ser nós mesmos. Preciso manter minha naturalidade, não posso viver dando desculpas para sua falta de jeito ou para o meu excesso de sentimentalismo. Sim, eu sei que fico filosofando sobre as coisas e procuro pelo em ovo. Mas ultimamente ando mais simples, mais consciente. O que tiver que ser vai permanecer. É claro que todos os relacionamentos exigem esforço, precisam de um empurrão para funcionar. Mas não posso ser a única a fazer esforço. Dois têm mais força que um. Lembra disso.”
Clarissa Corrêa.  (via fraquejou)

(Fonte: inverbos, via love-without-wings)